Skip to main content

Indicadores de desempenho de qualidade, fazem com que seja possível garantir uma administração eficiente e apresentar um crescimento na receita.

As informações a partir desses indicadores fazem com que decisões essenciais sejam tomadas da melhor forma.

Nesse contexto, promover gestões que funcionam nas empresas precisa de um responsável que conheça bem sobre as variáveis que envolvem os processos internos. 

Sem esquecer de um gerenciamento organizado e produtivo dos clientes. 

Para entender mais sobre os indicadores de desempenho, continue a leitura. 

Vamos lá!

O que são indicadores de desempenho

Os indicadores de desempenho, também conhecidos como KPIs, são métricas definidas para avaliar a performance em atividades estratégicas de uma empresa.

Assim, como uma forma de determinar os fatores relevantes e consequentemente acompanhar os resultados.

No entanto, o KPI faz com que exista um diagnóstico profundo sobre as atividades da organização, facilitando a identificação dos problemas e apoiando as tomadas de decisões. 

De forma simples, o gestor consegue entender de uma forma mais clara a evolução da empresa diante das informações disponibilizadas.

Como estruturar os indicadores de desempenho

O primeiro passo é saber como fazer KPIs e definir os processos a serem monitorados, ou seja, o que agrega mais valor aos produtos ou serviços.

A empresa precisa avaliar e monitorar o KPI, sabendo o que é assinatura eletrônica.

Que nada mais é do que uma senha de autorização.

Além disso, 3 conceitos merecem atenção:

  • Objetivo: o que quer realizar na empresa;
  • Indicador: o que será medido e o que é mensurável dentro do objetivo;
  • Meta: faturamento mensal, o número que deseja alcançar.

 

Feito isso, é hora de colocar a mão na massa e estruturar os indicadores de desempenho!

Por que acompanhar os indicadores de desempenho

São ótimas ferramentas para aumentar número de vendas, posicionamento da marca, diminuir desistência de compra e tornar o ambiente mais produtivo.

O ideal é que os indicadores sejam claros e objetivos o suficiente para serem compreendidos, estando expostos e acessíveis a qualquer momento. 

Ele é um esclarecedor da equipe em relação às metas do negócio.

6 principais indicadores de desempenho

Para entender melhor sobre os indicadores de desempenho, listamos 6 dos principais.

Aproveite e acompanhe também: VÍDEO: PRINCIPAIS INDICADORES QUE VOCÊ DEVE ACOMPANHAR!

Veja:

#1 Headcount

Em gestão de dados, é um dos mais importantes indicadores de performance para o setor de recursos humanos. 

É o número de colaboradores que trabalham em uma empresa e que pode dizer muito sobre a eficiência do negócio. 

Controlar o headcount é fundamental para que a empresa se torne ainda mais estratégica.

Isso porque é um indicador poderoso para empresas que querem aumentar ou reduzir a folha de pagamento.

#2 Taxa de diversidade de equipe

Garante variadas perspectivas diferentes, levando em conta que a diversidade significa que os funcionários contam com diferentes características e experiências.

Sem esquecer da maior probabilidade em ter uma vasta opções de habilidade e experiências diferenciadas, fugindo do normal.

#3 Employee Net Promoter Score (eNPS)

Desenvolvido para mensurar o grau de engajamento dos funcionários no ambiente de trabalho.

Reconhecendo a importância de serem promotores e estarem sempre engajados com a missão e o propósito da empresa. 

O processo funciona bem, é contínuo, solicita opinião dos funcionários e ainda, oferece resultados positivos para a melhoria de produtos e serviços.

#4 Desempenho de novos contratados

Sempre que existe uma comparação entre novo funcionário e função de antigos contratados, podemos avaliar o desempenho do profissional. 

Com base nos resultados, o gestor conta com um maior controle para tomar decisões que irão impactar positivamente todos os processos da empresa.

#5 Nível de produtividade

Empresas com altos níveis de produtividade conseguem entregar os produtos de forma mais rápida aos consumidores.

Reduzindo custos relativos aos processos, ou seja, o conceito de produtividade é ligado com a rentabilidade do negócio. 

#6 Avaliação de aprendizagem

Toda avaliação de aprendizagem, precisa oferecer informações precisas sobre o processo, permitindo que mudanças sejam definidas e se preciso que projetos sejam alterados.

Tudo para garantir que as etapas de trabalho ocorram de forma justa e democrática para todos os colaboradores.

Como fazer um plano de ação após aplicar os indicadores

A estrutura de um plano de ação conta com algumas etapas, consideradas excelentes para a apresentação do mesmo, 

É hora de colocar o plano em prática com esses 8 passos essenciais para que seja possível desenvolver as melhores estratégias após aplicar os indicadores. 

 

Confira:

  • Defina seus objetivos;
  • Torne suas metas mensuráveis;
  • Liste todas as tarefas que devem ser realizadas;
  • Estabeleça prazos;
  • Delegue tarefas;
  • Crie uma apresentação visual do plano de ação;
  • Imagine situações de riscos e tenha planos de emergência;
  • Monitore o andamento das ações.

 

Lembre-se que os planejamentos estratégicos variam de acordo com a empresa, e, assim, o uso dos planos de ação também. 

Ou seja, conhecer as melhores estratégias junto às metodologias é essencial para que sua empresa consiga usufruir de todos os benefícios.Se você busca mais informações sobre negócios, acompanhe mais notícias no blog Funil de Vendas.

Funil de Vendas, CRM para equipe comercial
Indicadores que mostram como bater sua meta
Nunca mais perca oportunidades por falta de follow ups
Quer bater sua meta?

Gostaria de colocar estas dicas em prática dentro de nosso CRM?

Experimentar grátis
5/5 - (1 vote)