Olá Leitores,

Nestes últimos anos nossa equipe juntamente com os consultores da Tálamo (www.talamo.com.br) tem se dedicado na busca das melhores práticas de vendas. Percebemos que um bom modelo de vendas (veja esta matéria) não se sustenta por si só, ele deve ter por trás o Modelos de Negócios que lhe darão as diretrizes estratégicas e que é ao mesmo tempo orgânico, podendo ser mudado de acordo com a particularidade do projeto, empresa, cliente ou mercado.

O Modelo de Negócio consiste na lógica de como CRIAR, ENTREAGAR E CAPTURAR VALOR, servindo justamente para apoiar a atuação da organização. Não existe o desenho de um único Modelo de Negócio, por isto mesmo ele é dinâmico e adaptável a inúmeras aplicações.

Entenda seus fundamentos

O autor deste método chama-se Alex Osterwalder, que em uma defesa de tese juntou diversas visões de negócios, administração, produtos / serviços, marketing e não poderia faltar o Design Thinking, que aborda de forma colaborativa sua aplicação.

CRIAR: Para criar Valor ao usuário / Cliente, é necessário envolve-lo em um processo para conhecer profundamente quais são suas dores, ganhos, qual sua rotina, etc, ou seja, é necessário praticar a empatia, se colocando no lugar dele e vivenciando suas experiências. Desta forma, é possível saber mais precisamente como ganhar seu “coração”.

ENTREGAR: Após mapear a Proposta de Valor, devemos criar canais conectando o formato de entrega de seu produto/serviço e como ele irá se comunicar com o cliente.

CAPTURAR: Todo negócio precisa ser movido à resultado e um dos principais é o financeiro. Portanto é fundamental criar e validar a monetização do Modelo de Negócio, desta forma a empresa fecha o ciclo e gera lucro.

funil-de-vendas Porque o Modelo de Negócio te ajuda vender?
Indicadores que mostram como bater sua meta
Nunca mais perca oportunidades por falta de follow ups
Quer bater sua meta?

Gostaria de colocar estas dicas em prática dentro de nosso CRM?

Quero experimentar grátis