Skip to main content

Atualmente, quando falamos em máquinas de vendas, estamos nos referindo a um conceito de método que permite criar um modelo de fluxo de vendas escalável, que geram vendas constantes.

As empresas e suas equipes de marketing podem desenvolver uma estrutura de ações e procedimentos que ajudam a gerar leads qualificados que, posteriormente, poderão ser convertidos em clientes.

Seja para uma empresa iniciante ou estabelecida, a construção de um fluxo de vendas deve obedecer determinadas etapas essenciais. Sabemos que elevar o resultado das vendas não é uma missão fácil, e o empreendedor deverá ter plena consciência dos principais desafios.

Inicialmente, procurar escalar as vendas condiciona a empresa e sua marca a trabalhar com o máximo de sua capacidade de produção e criação. Na prática, pode estabelecer processos mais otimizados para entrega e geração de valor para o cliente.

O que é máquina de vendas?

Estamos nos referindo a um conceito metodológico que permite a criação e utilização de processo de captação de novos clientes e demais procedimentos que ajudam a reter os mesmos clientes.

A máquina precisa criar um processo escalável, previsível e rentável. Ser escalável significa estar sempre se aperfeiçoando. Os canais de vendas precisam ser reforçados com conteúdo sempre atualizado e precisos para ajudar a gerar mais leads.

O aumento das vendas

O crescimento de todo o processo de atração de clientes e retenção dos mesmos será sempre um resultado do processo de vendas estruturado da melhor maneira com toda visão profunda sobre cada etapa da jornada do cliente e reconhecimento em relação ao conteúdo que a empresa oferece.

Quando falamos em máquina de vendas, estamos falando de um conceito que é previsível, permitindo projetar as metas considerando os primeiros esforços dedicados no atual presente.

O empreendedor e sua equipe de vendas precisam se conscientizar sobre o que está acontecendo nos ambientes internos e externos de mercado, elegendo os melhores canais para aquisição de cliente, analisando as taxas de conversão e análises das etapas do pipeline ou funil de vendas.

Uma Máquina de Vendas na prática

Ao instituir essa máquina, a empresa estará construindo um modelo escalável de vendas. Lembrando que fazer crescer um negócio não é uma tarefa fácil.

É necessário um conjunto de toda a equipe envolvendo a produção, o marketing, o setor comercial, a logística e a seleção de fornecedores.

Quando a empresa amadurece o seu negócio, ela pode considerar o processo de elevação de fluxo de vendas (a máquina) como um processo para alavancar as vendas e consolidar maiores resultados.

Independente do produto que está sendo vendido, a empresa e o negócio precisam desenvolver todas as etapas de geração de valor e de oferta de benefícios para o cliente passo a passo sabendo conduzir o lead desde os primeiros passos.

Os Desafios

Como falamos anteriormente, vender não é uma atividade fácil. Sempre há a possibilidade da rejeição por parte do público abrangente de interesse (lead) em relação à mensagem ou produto.

Geralmente, o ato de prospectar é um desafio pois não é sempre que a empresa sabe quem quer comprar. Identificar o prospect (cliente idealizado) e entender o que o cliente potencial realmente precisa e pode pagar não é tarefa fácil.

A inserção do fluxo de vendas crescente

Quando a empresa decide inserir a máquina de vendas em seus processos de desenvolvimento de ofertas e abordagem ao cliente, devemos considerá-la como um processo de aquisição e manutenção de clientes potenciais com atividades e atitudes previsíveis.

A previsibilidade permite à empresa compreender o que de fato está acontecendo como, por exemplo, quais são os pontos de alavancagem e as reais taxas de conversão.

É essencial também que o negócio perceba no decorrer do processo onde há as melhores oportunidades de melhoria.

Conforme os resultados começam a aparecer e a crescer, temos uma máquina escalável que poderá melhorar com o passar do tempo sem desgastar os canais de vendas e de distribuição.

Como construir a “máquina”?

Inicialmente, é fundamental que a empresa agrupe as áreas estratégicas da empresa com as de marketing, vendas e planejamento. Essa conexão entre os setores estabelecerá melhores resultados com o passar do tempo.

Em empresas de diferentes portes, as ações de marketing atuarão como principal ponte para gerar demandas, educar o cliente e identificar oportunidades.

No setor de empresas, o setor de vendas atuará, praticamente, como um conversor de oportunidades em novos negócios.

A seguir apresentamos as cinco dicas fundamentais para construir uma máquina eficiente.

1 – Aumente os leads

Para elevar o volume de clientes em potencial, a empresa precisa compreender de fato o perfil do público-alvo (target). Depois de definir o público, a empresa pode procurar por estratégias mais eficazes para gerar proposta de valor do seu produto para o público que pretende atingir.

Se o público-alvo é leitor de revistas impressas, não adianta a empresa investir em anúncios no YouTube. As campanhas devem considerar onde o público-alvo está presente.

Dessa forma, é importante entender o comportamento do público-alvo para desenvolver melhores mensagens e propostas de valor.

2 – Qualifique a audiência

Mesmo que a mensagem da empresa atinja mais de 1 milhão de pessoas, e somente 100 pessoas de fato retornem para comprar e consumir conteúdo da empresa, é importante procurar qualificar a audiência.

É importante investir na qualificação e inserir critérios para ajudar na missão de geração de leads.

3 – Melhore o processo

É fundamental considerar as dúvidas e as reclamações dos clientes. Avaliando cada palavra, frase e imagem adotadas pelo público.

A empresa precisa ter canal de comunicação para receber e anotar os relatos do público e de seus clientes visando melhorar a abordagem e o seu funil de vendas, sobretudo, tomar a iniciativa para treinar a equipe visando melhorar o atendimento.

4 – Pense estrategicamente

Dentro da empresa, é necessário treinar e organizar o trabalho de modo estratégico. É importante selecionar cada colaborador para desempenhar habilidades específicas para desempenhar cada tipo de tarefa.

É fundamental que o empreendedor e responsável pelas vendas conheça a sua equipe de colaboradores visando organizar os processos e as etapas de trabalho conforme as habilidades de cada colaborador.

5 – Treinamento

É importante considerar que os vendedores são os principais representantes da marca e da empresa no mercado. Eles também serão responsáveis por resolver os problemas dos clientes e a iniciar o melhor relacionamento com eles.

É importante que os vendedores sejam treinados para atuarem alinhados com a linguagem e imagem da marca. É fundamental que os vendedores conheçam a cultura organizacional da corporação e do negócio.

O foco no cliente

Ao implementar uma máquina de vendas, a empresa precisa se estruturar focando sempre no cliente. Porém, os clientes podem mudar de comportamento, alterando a hierarquia de foco e prioridades.

Ao identificar essas mudanças, a empresa poderá antecipar adaptações de produtos e serviços, renovando o discurso de vendas e gerando vantagem competitiva.

Consequentemente, o negócio será mais rentável e manterá a empresa melhor posicionada em relação ao cliente.

A utilização da tecnologia

Eleger a tecnologia certa para o desenvolvimento de um planejamento estratégico e para a criação de uma máquina de vendas eficaz ajudará o negócio e escalar um novo caminho de crescimento.

Seja através de um site, landing page, criação de infoprodutos ou canais no YouTube, as atividades podem utilizar diferentes plataformas tecnológicas de comunicação e abordagem.

Sabemos que os conhecimentos em marketing ajudam a orientar as gerações de leads qualificados em qualquer empresa. Com todos os projetos e ações bem delineados a empresa por completo será uma verdadeira máquina pronta para transformar oportunidades em vendas.

E, por outro lado, tendo a possibilidade de elevar a produtividade, reduzindo custos e melhorando o operacional na produção. Outro ponto que envolve a tecnologia é a automação de processos através de softwares e aplicativos que simplificam processos e compartilhamentos de dados.

O uso da tecnologia certa é importante para tornar o processo de vendas escalável, previsível e lucrativo.

Monitoramento de dados

Ao trabalharmos com captação de clientes potenciais estaremos, ao mesmo tempo, lidando com dados e números.

Além da qualificação dos leads é importante procurar analisar a quantidade numérica de clientes potenciais, mensagens, vendas consolidadas e entre outros dados que são importantes para verificar se a máquina de vendas está de fato gerando resultados escalonáveis.

Através do monitoramento, a empresa verificará se está captando a pessoa certa, se está utilizando a linguagem correta e entregando o conteúdo de qualidade para atrair todos.

É importante reconhecer se o sistema de vendas permite abordar melhor o cliente potencial, negociar e fidelizar o cliente. O monitoramento de dados também apresenta o histórico de clientes e de compras, permitindo também recuperar um cliente anterior ou uma compra ainda não efetivada.

O valor da escalabilidade

Ter um negócio escalável é fundamental para o crescimento da empresa. Uma empresa escalável é aquela que possui forças para elevar sua receita sem precisar aumentar os custos.

Todos os esforços de planejamento precisam focar em deixar a empresa mais escalável possível com contínuo crescimento, obtenção e lucro com menos custo.

Ressaltamos que a empresa escalável consegue atingir resultados fortes a partir de investimentos focados, gerando tranquilidade para seus investidores.

Basicamente, existem dois tipos de escalabilidade como explicamos a seguir:

Horizontal – a escalabilidade horizontal visa tornar a empresa o negócio como referência de mercado. A empresa procura a diversificação de suas atividades podendo atender diferentes tipos de clientes.

Vertical – No modelo vertical, o negócio procura crescer primeiro dentro de seu segmento de mercado, focando nas principais atividades específicas para a empresa.

A empresa mais forte

A empresa se tornará mais forte em vendas ao conseguir adotar uma máquina de vendas amadurecida. Os esforços devem considerar a reestruturação de processos e qualificação dos serviços da empresa.

É fundamental focar nos leads, considerando o lead como público abrangente de interesse ou o cliente inicial em potencial.

Para aumentar a quantidade de leads é fundamental compreender os detalhes de cada perfil de lead, considerando os seus hábitos de consumo e comportamento correto.

Devemos lembrar que os clientes estão cada vez mais informados e mais exigentes, principalmente, em tempos de transformação digital. A experiência do cliente está em primeiro lugar, além de outros fatores como qualidade e preço.

A empresa precisa considerar oferecer atendimento de qualidade e personalizado procurando atrair mais leads.

O processo de vendas

Ao considerar o processo de vendas precisa definir as métricas de avaliação, lembrando que o processo deve ser verificado constantemente e acompanhado através de diferentes tipos de métricas.

A empresa também precisa saber fazer a avaliação de desempenho de modo geral e individual sobre os seus colaboradores, buscando analisar processos e a qualidade de seus serviços.

​Por outro lado, as métricas de avaliação precisam seguir padrões a serem levantados e analisados a cada intervalo de tempo.

As métricas podem revelar resultados relacionados às vendas feitas ao dia, por equipes, o tempo médio de atendimento e o percentual de conversões.

A gestão de vendas

Ao implementar uma máquina de vendas e monitorar os seus resultados de forma fidedigna, é importante que a empresa também adote estratégias de gestão de vendas.

Ao utilizar um sistema de gestão de vendas a empresa contará com uma ferramenta que ajudará o empreendedor a analisar as dores de seu cliente e os problemas de mercado.

Para transformar seu negócio em uma verdadeira máquina de vendas é fundamental contar com um poderoso sistema CRM como o Funil de Vendas. Ele vai auxiliar na otimização da relação com os seus clientes de uma forma simples e direta.

O CRM ajudará a compreender o comportamento do lead, bem como de seus hábitos de consumo e identificar perfis, possibilitando orientar ofertas e campanhas direcionadas e personalizadas.

Assim, a empresa conseguirá potencializar suas ações de mercado junto ao cliente melhorando o conhecimento sobre a jornada de compra.

O nosso sistema permitirá ao seu negócio:

  • Atrair os prospectos e transformá-los em Leads Qualificados;
  • Coletar, separar e filtrar cada Lead de acordo com suas necessidades, você saberá quais leads tem chances reais de se tornarem clientes;
  • Monitorar o andamento de cada Lead através das etapas do funil de vendas;
  • Definir qual conteúdo deve ser aplicado em cada público, conciliando produtos e interesses;
  • Monitorar sua equipe de vendas e mensurar o resultado de cada membro da equipe;
  • Definir estratégias corretas para atingir os clientes certos, na hora certa.

O Funil de Vendas é hoje a mais poderosa ferramenta de geração de leads do mercado, em mais de dez anos já foi utilizada nas estratégias de marketing das maiores empresas do mercado e com certeza vai fazer a diferença também na sua.

Portanto, experimente agora o Funil de Vendas e transforme seu negócio em uma verdadeira máquina de vendas!

Rate this post